Ninguém se assustou com o tubarão! O Superstars recebeu imensos finais para a história, todos eles cheios de imaginação.

Os vencedores vão receber quatro kits de roupa da O'neill.  Os quatro sortudos vão ser contactados por telefone ou email para combinar o envio dos prémios!

Aqui ficam os vencedores e os finais que inventaram para a história do tubarão:

José Pedro Blazer Costa, 10 anos

«O tubarão estava cada vez mais perto. As pessoas que estavam na praia foram-se embora assustadas. Só restava eu, a prancha e o tubarão. Ainda tentei gritar:
- Socorro! Acudam! – mas de nada me serviu.
«Fugir» – pensei – «tenho de fugir!». Tentei, mas a corrente estava forte e no sentido daquela boca cheia de dentes afiados. O máximo que consegui fazer foi cair da prancha.
E lá estava ele cada vez mais perto. Já estava a ver a minha vida a andar para trás quando me ocorreu uma ideia. Era arriscado, mas era a minha última esperança! Tinha a onda mesmo a jeito! Se fizer o “aerial*” sobre o tubarão provavelmente consigo ficar fora de alcance daqueles dentes. E fiz isso. Mesmo assim, correu mal e fiquei a um metro do tubarão. Olhei para o lado e vi uma rede que um barco de pesca tinha deixado cair na água. Peguei nela e atirei-a para o tubarão, que ficou preso. Como a corrente estava mais calma pude regressar facilmente à praia.

*Aerial – Truque de surf.»

Bernardo da Costa Freitas, 8 anos

«Então reparei que o tubarão estava com uma cárie de todo o tamanho. Por sorte tinha os meus instrumentos comigo. Lutando com a ferocidade do mar lá consegui fazer os primeiros tratamentos, recomendei-lhe que por uns dias só comesse algas, são mais moles e macias e não provocam tantas dores. Marcámos uma nova consulta.... Espero que o mar ajude.»

Ana Rita Santiago Monteiro, 8 anos

«Eu tinha ido ao dentista na parte da manhã e lembrei-me: os meus dentes estão limpos e brilhantes e o sol está de frente para mim; então, sem hesitar fiz o meu maior sorriso, com uma gargalhada estrondosa e com o sol a reflectir nos meus dentes....nunca nenhum tubarão fugiu tão depressa como este...ahahahahahah»

Daniela Valério, 10 anos

«Comecei a tremer mas já era tarde para voltar à praia... Decidi tentar trocar as voltas aquele peixe! Olhei em frente e vi que vinha lá uma onda bué fixe de se apanhar... Coloquei-me em posição tentando não olhar para aquela bocarra! Olhar fixo na onda, o sol a aquecer a pele, e só pensava: Só tens esta hipótese, não falhes! E aí estava a onda...e mesmo antes de me lançar ouvi: Bora lá rasgar esta?! Vamos ver quem ganha, a miúda ou o peixe!

Nem quis acreditar... e quando voltei a olhar vejo mais uns surfistas que no gozo gritavam ao tubarão: Estás-te a fazer outras vez às miúdas, Surfy!!!

Afinal, aquela bocarra não passava de um sorriso engatatão do tubarão mais fixe da costa Alentejana!

Querem saber quem ganhou... pois é, isso fica entre mim e o Surfy! Mas posso dizer que ganhei um amigo para a vida!»

Comentários

  • Ruben Araujo

    o meu também merecia ganhar, além disso fazia referência à roupa da O'Neill... talvez noutro passatempo tenha mais sorte.

    2009-08-03

Deixa o teu comentário




Mais Cenas


Para Rir

  • O professor ao ensinar os verbos: - Se és tu a cantar, dizes: "eu canto". Ora bem, se é o teu irmão que canta, como é que dizes? - Cala a boca, Alberto! ...


    Filipe Gomes

Sapo Kids

Olha o que o sapo

tem para ti